quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Especialmente hoje

Sobre você ou para você, eu não sei bem como eu poderia definir isso, mas na verdade, isso não importa, não faz diferença agora.
Hoje, você se fez presente de uma forma tão intensa, a tua presença estava por todos os lados, as tuas lembranças estavam por toda a parte... Desde o sorriso, até as belas palavras que sempre costumava a dizer. Esquecer-me de você, seria o mesmo que esquecer da minha própria vida, porque você fez parte de toda uma história, do livro dos meus dias, e eu escrevi cada página com teu nome com tanto carinho, mas hoje... Em especial hoje, em tudo você parecia estar presente, por toda parte parecia existir o teu sorriso.
Acredito verdadeiramente que não foram apenas os meus, mas, meus olhos olhavam por toda parte procurando algo, dizendo melhor, alguém, com a certeza de que não encontraria, mas com a esperança de encontrá-lo ali, em algum lugar, rindo... Sim, rindo. Porque você fazia tudo se tornar uma festa, e a melhor memória que trago de você... São incrivelmente todas, porque o tempo todo estava rindo e sorrindo, alegrando a quem quer que estivesse triste.
Eu poderia me esquecer das exatas palavras, mas jamais poderia me esquecer de alguém tão apaixonado quanto fora você, depois de tanto tempo, ainda escrevia pequenas cartas declarando o teu amor. Eu poderia me esquecer de quantas vezes, mas jamais me esqueceria das inúmeras vezes que eu ouvi um ‘minha cunhada preferida’. Eu poderia, e de fato, me esqueci das exatas palavras que usava para “exaltar” tua sogra, sempre que lhe fosse dada a oportunidade... Ou não. Esquecer-me da maneira que você se importava e cuidava com tanto amor dos teus filhos mesmo que chegasse de um dia árduo de trabalho? Não, eu não poderia em hipótese nenhuma me esquecer. Eu poderia me esquecer do grave som da tua voz, mas jamais me esqueceria das inúmeras vezes que ouvi um ‘Crica’, a maneira que apenas você me chamava; disso eu jamais me esqueceria.
Hoje, especialmente hoje, me bateu uma enorme saudade no peito, que me faz senti-la até agora, talvez eu nunca tenha parado para pensar, talvez eu não quisesse isso, por saber que doeria demais, mas hoje de alguma forma eu me obriguei a isso, e mais do que nunca, eu percebi a falta que você faz, eu percebi como a tua ausência é completamente perceptível, eu descobri em muitos olhares hoje, a dor da saudade no coração de cada um desses olhares.
Mas aqui, agora, escrevendo essas pequenas palavras, dos meus olhos caem lágrimas, mas não, não de tristeza, de saudade sim, mas em especial, de felicidade... Felicidade por saber que você, fisicamente, existiu, que você fez surgir tantos sorrisos espontâneos, que tantas vezes fez gargalhadas – daquelas gargalhadas gostosas – acontecerem.
Você, infelizmente, fisicamente, se foi... Com toda certeza, sei que para um lugar bem melhor do que aqui, mas a tua memória, você está e sempre estará em meu coração, nas minhas lembranças eu sempre terei os teus instantes transformados em momentos eternos, inesquecíveis. Você, meu tio, foi uma das principais pessoas que eu mais admirei em toda a minha vida.
Há uma frase que diz assim “Não chore pelas coisas terem terminado, sorria por elas terem existido”, e de alguma forma, ela me faz sorrir sempre, porque ela me faz lembrar de você, porque ela me faz lembrar dos tantos momentos que de risos e sorrisos que você proporcionou, não apenas para mim, mas para muitas pessoas.
Tio Fernando, onde quer que você esteja agora, eu sei que hoje você estava presente entre nós, eu sei que o teu sorriso bobão de emocionado estava estampado no teu rosto, sim, eu sei que de alguma forma você estava ali. Eu queria poder ter dito isso enquanto ainda era tempo, mas percebi tarde demais que eu nunca te falei isso, talvez ainda não seja tarde demais, de qualquer maneira, digo que, eu amo você, e você se faz vivo em todas as minhas lembranças, eu sinto saudades, sinto tua falta... Mas o que me conforta, é saber que aí onde está você está feliz, o que nunca poderia ser diferente.


Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém, que o que mais queremos, é tirá-la dos nossos sonhos e abraçá-la. (Clarice Lispector)
Esse texto foi feito no dia 25/09/2010, e como foi dito ali, tenho certeza de que não para mim a única pessoa a qual ele se fez tão presente nesse dia. Feito ao meu tio Fernando, que infelizmente se foi.

8 escreveram aqui:

Aline Camilo disse...

nossa, seu texto é lindo e triste.
É tão difícil perder pessoas que nós amamos. :/
Mas tudo na vida tem um proposito,
e Deus faz tudo certo, no tempo certo.

e eu sei que da onde seu tio estiver ele vai estar muito emocionado lendo isso.

beeeeijos
sucesso

juliane-bastos disse...

Nooooooooossa Chris,me identifiquei demais com tudo isso '~'
você escreve maravilhosamente bem menina!

Vim aqui tmb te agradecer pelos comentários e por estar me seguindo, certamente estou seguindo você tmb, com mto prazer *-*

Adrielly! disse...

bem emocionante. mt lindo ><


thingsofadrielly.blogspot.com

PENHA''' disse...

Nossa que triste ):

... sem palavras

Seyal Layes disse...

Muito bom o texto, pena ter sido escrito em circunstâncias tão... trágicas!
Às vezes ele sabia tudo o que voCê sentia, pois pensamos que falamos apenas quando abrimos a boca, mas se voce esboçava sinceridade quando ele sorria ou te fazia sorrir, tenha certeza, que se ele tinha boa percepção, ele sabia de tudo o que você sentia.
As pessoas sabem quando são verdadaeiramente amadas.
Bom blog.
Visite
http://paginazabertas.blogspot.com

Fique com Deus e que Jesus te abençoe. Espero que voce supere a perda.

~* Bruna Morais disse...

Uaau, muito emocionante. Me identifiquei muito e adorei.

Beijos.

Marcus Alencar disse...

Concordo com a Aline, Deus faz tudo no tempo certo. E o seu Tio no tempo em que esteve por aqui viveu intensamente a ponto de espalhar sua luz pelas pessoas que ama, como você. Sorria porque quando amamos alguém de verdade, mesmo quando essa pessoa se vai, ela nunca morre pois estará sempre viva na memória do coração.

Monique Premazzi disse...

Perder alguém é tão dificil, mas não podemos chorar pelos cantos e esquecer que a vida continua, até porque como você mesmo disse, sorria por ter existido e não por terminado. As lembranças sempre vão continuar até que o reencontro de todos no mesmo lugar.

LINDO DEMAIS AMIGA *-*
Senti falta daqui.
xx

Postar um comentário

Opiniões, elogios e críticas construtivas, são sempre bem-vindas.
Se vier com xingamentos o seu comentário nem irá ser aceito -dik
Não comente "Lindo", "Parabéns!", "Bom!", e coisas do tipo, tenha a dignidade de ler o texto e fazer um comentário decente, por favor!
Voltem sempre ;D