quarta-feira, 28 de julho de 2010

Dilema

Á favor e contra. Sim... Eu não tenho apenas uma visão em relação a isso, até porque a meu ver, isso é um tanto quando difícil.
Então, primeiramente, vamos aos prós. Você acredita que um tapa vá tornar alguém obediente e educado? Não, não vi... Vai deixar esse alguém com medo de você, e com isso vai criar a impressão de que está adiantando, mas não se engane, não está, medo é bem diferente de obediência. E mais? Em sua grande maioria a violência vem de onde? Tem inicio onde? Exatamente, em casa. Se uma criança apanha de seus pais, de fato será assim que castigará seus futuros filhos, não quero generalizar, então na grande maioria dos casos são assim. Crianças crescem dentro de um mundo violento, e então criam um pensamento, uma visão violenta; acredito e espero que com essa proibição isso melhore muito, já que, indo agora aos contras, isso é realmente desnecessário, melhor dizendo, não é prioridade em um Brasil que está precisando de leis realmente relevantes, que mudem toda essa bagunça, que seja de total precisão para com todos. O nosso país anda banalizando leis, autoridades estão usando do seu poder para criar leis desnecessárias apenas pra dizer que estão fazendo algo, que estão pensando na população, quando na verdade estão pouco se importando com todos, estão tentando com isso ocultar as suas falhas e roubalheiras incessantes, buscando esconder toda podridão escondida atrás de palitos e gravatas, escondendo incessantemente a hipocrisia de suas preocupações com o mundo.
Diante de tais visões, não posso me colocar contra nem a favor dessa lei, apenas posso esperar que ela surta efeitos, para que de alguma maneira a hipocrisia faça algum sentindo.

8 escreveram aqui:

Diego! disse...

Essa será tipo a lei seca...existe, mas, cadê que o povo para de beber e dirigir!

abraço

Jeniffer Yara disse...

Concordo com você,ahh têm uma opinião boa sobre isso!

Primeira vez aqui,muito bom o blog *.*

Beijos.

Thizi disse...

em partes eu não concordo porque ninguem deve gosta de panhar né.

Camila Carvalho disse...

Boa reflexão sobre essa lei... concordo que violência em casa só leva sujeitos violentos para a sociedade!
Parabéns pelo blog
Abraço

Franciele Valadão disse...

Concordo, violência não leva a lugar algum.

Gabe Candido disse...

Acho que nesse caso é preciso evitar os extremos. É óbvio que não é certo espancar crianças ou algo do tipo. Mas também não de pode entrar na loucura de que qualquer tipo de repreensão pode causar traumas, né?! Uma palmada de vez em quando nunca matou ninguém.

Afranio disse...

O Brasil é ou nao é um país hipócrita? Tentei escrever sobre isso.

http://entropesocial.blogspot.com/

diego disse...

Eu não concordo com a lei, cresci na lei da palmatória e não acho ruim, vejo crianças que hoje são criadas com "sermão" e são verdadeiros demônios mirins, crianças não tem limites, e os psicologos falam que tem de haver conversa e blablabla, mas qual é o moleque que sabe ouvir? (sem excessões por favor, eu sei que existe o filho da amiga de sua vizinha que é um bom garoto e blablabla)

Postar um comentário

Opiniões, elogios e críticas construtivas, são sempre bem-vindas.
Se vier com xingamentos o seu comentário nem irá ser aceito -dik
Não comente "Lindo", "Parabéns!", "Bom!", e coisas do tipo, tenha a dignidade de ler o texto e fazer um comentário decente, por favor!
Voltem sempre ;D