sábado, 10 de julho de 2010

Discretamente Perigoso (Capítulo II)

 Acompanhem desde o Capítulo I

John era um garoto com porte de jogador de futebol americano, mas odiava qualquer tipo de esportes, tinha os cabelos compridos, um olhar obscuro, usava apenas roupas pretas, seu sorriso, quando aparecia, era carregado de sarcasmo, era agressivo, insensato, se visse alguém o olhando, já queria tirar satisfações e saber o motivo, e foi assim que conheceu Ashley (Alice), estava sentado na fileira ao lado, um pouco mais a frente que ela, e sentiu o peso de seu olhar sobre si, virou o rosto lentamente em sua direção, e a olhou de uma forma tão obscura que ela teve de fazer muito esforço para encontrar o ar que lhe havia faltado naquele momento, desviou seus olhos e ouviu-se o som ensurdecedor de um sinal que indicava que era hora do intervalo, Ashley então permaneceu sentada em seu lugar, assim como John, quando todos saíram da sala, Ashley se levantou e caminhou até uma cadeira a frente de John, e se sentou:
- Olá! – disse ela, dando o seu sorriso mais simpático.
Ele a olhou, sério, sem esboçar nenhuma reação:
- Oi! – disse ele, friamente.
A voz dele era grossa, e a frieza dele a fez sentir um arrepio, ele estava causando sensações estranhas nela, sensações de pavor, mas ela se concentrou e continuou:
- Prazer, meu nome é Ashley! – disse estendendo-lhe a mão.
Ele olhou a mão dela, e voltou a olhá-la nos olhos e disse:
- John, o prazer é todo seu! – mais uma vez friamente.
Ela recolheu sua mão, que não foi retribuída com um aperto, mas ainda sem desistir:
- Você sabe se tem muitas festas por aqui? – sorrindo simpaticamente.
Ele a olhou fulminantemente, olhou ainda mais fundo em seus olhos e se levantou da cadeira, apoiando as suas mãos em cima da mesa, deixando seu rosto, e consequentemente seu olhar mais perto do dela, ela sentiu o chão sumir e o ar lhe faltou:
- Tem algumas coisas que você precisa aprender sobre mim Ashley. – disse ele com tom de desprezo ao pronunciar o nome dela – Não fale comigo, a menos que eu puxe assunto com você, muitas pessoas já se arrependeram amargamente por quebrar essa regra. – disse ele cuspindo as palavras, quase gritando – Entendeu? – e finalmente sorrio, um sorriso sarcástico e sombrio.
Ashley só conseguiu assentir lentamente, tentando novamente encontrar seu ar, tentando desviar seu olhar do dele, o que parecia impossível, pois era como se seus olhos tivessem criado vida própria a impedindo de controlá-los:
- Ótimo Ash – disse ele sarcástico, com o mesmo sorriso no rosto.
Saiu de seu lugar, e sumiu pelo corredor, Ashley ficou o seguindo com o olhar, e lentamente foi respirando fundo, enchendo seus pulmões de ar novamente, precisou de alguns minutos para se recuperar completamente daquela situação. Ela não sabia o que pensar, ficou analisando tudo aquilo, e então ao virar seus olhos em direção a porta, viu uma garota, loira, alta, realmente muito linda, que estava a observando:
- É melhor você ouvir o que ele disse, ele não estava brincando, toma cuidado. – disse a garota docemente.
Ashley ficou olhando-a, que rapidamente saiu pelo corredor, permaneceu sentada e o desespero começava a tomar conta de si, sem saber se iria realmente conseguir descobrir o que devia, seu olhar se perdeu em um ponto qualquer, e seus pensamentos estavam em uma guerra de consolo e assombro [...]



7 escreveram aqui:

Priscila disse...

Quero apenas parabenizar pelos textos e tb pelo layout, bjs =**

www.priscilainfashionland.blogspot.com

Marina disse...

Te indiquei no meu blog e te dei um selo, vai lá pra ver ! Beijos www.incompleteparadise.blogspot.com

Jess webber disse...

gostei daqui *-*


http://garotadeviidro.tumblr.com/

Camila. disse...

Gostei *-*

Insights disse...

uau uau uau,
que história linda!
E quando sai um novooo capitulo? ein???

Adorei.
Estou te seguindo..

beijos

www.grazimarchan.blogspot.com

Publicidade de Salto disse...

Oi, lindo seu texto.
Assim como todo o blog.

Wander Shirukaya disse...

Interessante, mas meio complicado de comentar um fragmento. Irei a parte I mais tarde.

Postar um comentário

Opiniões, elogios e críticas construtivas, são sempre bem-vindas.
Se vier com xingamentos o seu comentário nem irá ser aceito -dik
Não comente "Lindo", "Parabéns!", "Bom!", e coisas do tipo, tenha a dignidade de ler o texto e fazer um comentário decente, por favor!
Voltem sempre ;D